NOTÍCIAS

25/03/2020

Rodrigo Maia admite corte de salário de parlamentares

Em entrevista à CNN Brasil, Maia disse ainda que o presidente Jair Bolsonaro pode realocar verbas do Fundo Partidário e do Fundo Eleitoral para combater o coronavírus.

"Os três poderes vão ter que contribuir. Os salários em nível federal são o dobro de seus equivalentes no setor privado", disse Maia.

O presidente da Câmara defendeu que o governo federal deve ampliar os gastos públicos e usar "todos os recursos que entender necessários" para poder coibir os impactos econômicos e de saúde pública relacionados à crise da Covid-19.

"Se é no fundo eleitoral ou partidário, que podem representar R$ 2,5 bilhões, não vejo problema, que se use. Agora, nós precisamos entender que a saúde vai precisar de quanto? 50, 100, 150 bilhões?"

Segundo Maia, Bolsonaro tem "liberdade para usar todo o orçamento e ampliar o gasto".