NOTÍCIAS

20/06/2020

Advogados começam a ser vítimas de golpes praticados por meio de aplicativos de mensagens, alerta OAB-GO

A Ordem dos Advogados do Brasil ? Seção Goiás (OAB-GO) alerta os advogados para golpes que têm sido aplicados por meio de aplicativo de mensagens que visa à obtenção de vantagem econômica a partir do uso de dados pessoais dos profissionais.

A ação é praticada por pessoas que integram grupos de conversa entre advogados. De lá, copiam a foto de uma vítima que também é membro do grupo, acessam dados de amigos e familiares em outras redes sociais ou mesmo de cadastros de dados pessoais que são vendidos indevidamente. Passam, então, a pedir dinheiro a esses contatos fingindo ser o profissional vítima do golpe.

Em outra modalidade de golpe, chamado de "sequestro de WhatsApp", a vítima perde o acesso ao aplicativo quando fornece dados ao clicar em um link enviado por uma mensagem, que pode ser uma confirmação da titularidade de um outro aplicativo.

A prática é configurada por crime de estelionato. A orientação da Polícia Civil é que os usuários do Whatsapp realizem a "confirmação em duas etapas", ferramenta do próprio aplicativo que funciona como uma dupla camada de segurança para a conta. Além disso, que informem sobre os golpes a amigos e familiares para que todos fiquem atentos a pedidos de dinheiro feitos por usuários que não estejam salvos na lista de contatos, mesmo que pareçam ser conhecidos, e a links de confirmação recebidos por mensagens.

A OAB-GO reforça que o advogado que sofrer este tipo de golpe deve informar imediatamente a situação à Polícia Civil, que, por meio da Delegacia de Crimes Cibernéticos, está trabalhando para solucionar a questão. Fonte: OAB-GO

Leia também: